Artigos deste autor

  • Com fundos comunitários, uma escola foi transformada para acolher a sede de um grupo coral. Hoje é espaço para os ensaios de um grupo de cante alentejano e, para alguns dos cantadores, voltar à escola onde estudaram é fechar um ciclo de vida

  • Três escolas em Terras de Bouro foram transformadas em habitações sociais pela câmara. Numa delas, na freguesia de Cibões, vivem duas famílias que partilham uma horta no antigo pátio da escola.

  • Publicado desde 1929, o almanaque ainda é impresso numa tipografia tradicional na Rua da Alegria, em Lisboa. Chegou a vender 350 mil exemplares num ano, agora ainda vende 280 mil. Falar do Borda d’Água é falar da tradição e do mundo rural, mas também das hortas de varanda nas cidades e dos jovens agricultores que hoje o compram. Oitenta e cinco anos depois, a estrutura dos conteúdos é a mesma e uma versão digital está fora de causa.

    Leia a reportagem em http://publico.pt/revista2