• Agricultores estão impedidos de chegar às suas explorações e os ambientalistas têm de fazer, a mais, 900 quilómetros por mês para monitorizar a biodiversidade do Campo Branco.

  • É um dos cafés históricos do Porto que se adaptou à animação nocturna portuense sem perder a identidade. Alteração dos valores da renda pode pôr em causa a continuidade do estabelecimento.

  • Os homens que o construíram tinham uma visão bem diferente do mundo e atravessavam grandes mudanças. Os fossos e artefactos que deixaram guardam muita informação. Desenvolver a agricultura não deve impedir a sua preservação.

  • Na área sob influência do Alqueva é cada vez mais difícil conciliar culturas intensivas com a salvaguarda do património.

  • A véspera do dia da liberdade é a data marcada para a casa mais antiga do país especializada em meias encerrar. Não é mais uma vítima da lei das rendas nem da falta de clientes. É apenas o apelo da reforma.

  • Município fechou 2016 com uma dívida 12,2 milhões acima do tecto máximo, depois de uma redução de 128,5 milhões nos três anos de mandato.