A ruína como ornamento faz renascer o Teatro Thalia

A solução encontrada para recuperar a ruína de um teatro do século XIX, em Lisboa, passou por manter visível a memória do espaço que servia de palco às extravagantes festas do Conde de Farrobo. Actualmente pertença do Ministério da Educação e Ciência, o Teatro Thalia teve projecto de recuperação assinado por Diogo Lopes, Patrícia Barbas e Gonçalo Byrne. Esta obra é um dos seis os finalistas portugueses ao prémio FAD de Arquitectura e Interiores. O vencedor será anunciado no dia 11 de Julho em Barcelona.

Artigos relacionados

Comentários

Os comentários a este artigo estão fechados. Saiba porquê.