Prova dos factos

  • O Faktisk.no é uma nova colaboração entre os jornais Dagbladet e VG e a estação pública nacional, a NRK: “Uma das primeiras coisas que descobrimos foi que tínhamos de nos reunir fora das nossas organizações.”

  • Na lista de atentados partilhada pela Casa Branca foram esquecidas dezenas de ataques terroristas em países de maioria muçulmana e cujas vítimas eram cidadãos não-ocidentais.

  • A Casa Branca publicou uma lista de 78 ataques terroristas que alegadamente foram "ignorados" pela imprensa. O PÚBLICO reuniu alguns exemplos disponíveis online que comprovam o acompanhamento feito pelos meios de comunicação.

  • Os certos, os errados e os assim-assim da entrevista do primeiro-ministro à RTP.

  • Ainda não se conhece, em concreto, a nova taxa a pagar pelo património imobiliário. Mas é duvidoso que já tenha sido levada a votos, quer no país, quer no Parlamento.

  • Passos Coelho diz que o emprego não remunerado justifica parte importante do aumento da população empregada. Tem razão quando diz que há um crescimento deste indicador, mas há outros dados a ter em conta.

  • O jornalista e escritor José Rodrigues dos Santos já afirmou duas vezes, em diferentes entrevistas, que “o fascismo é um movimento de origem marxista”. Tem razão?

  • Os colégios com contratos de associação estão impedidos de abrir novas turmas de início de ciclo no próximo ano lectivo? Não, só que para tal passarão a depender do rendimento das famílias e não do financiamento do Estado.