Terra(s) de Sefarad arranca esta quinta feira com um congresso internacional, música, cinema, exposições e um mercado kosher numa cidade que tem dois espaços dedicados ao legado dos judeus sefarditas.

  • Terra(s) de Sefarad arranca esta quinta feira com um congresso internacional, música, cinema, exposições e um mercado kosher numa cidade que tem dois espaços dedicados ao legado dos judeus sefarditas.

  • Uma das mais icónicas batalhas do século XX transformou o mapa do Médio Oriente. Marcou o fim do nacionalismo árabe e abriu a porta à ascensão do islamismo. Os vencedores, os israelitas seculares, acabaram também vencidos.

  • Há uma petição contra o local do Museu Judaico, porque se teme que o dia-a-dia daquela zona seja afectada. A dirigente da Comunidade Israelita de Lisboa salientou que "o museu não vai impedir a vida no bairro nem as festas populares".

  • Governo aprova lei da nacionalidade, que concede aos netos de portugueses que emigraram o direito de ter nacionalidade portuguesa. Indivíduos envolvidos em actividades relacionadas com a prática do terrorismo não terão essa possibilidade.

  • Le Pen escolheu a via da instrumentalização histórica ao serviço dos seus objectivos políticos.

  • Não “corta com a tradição do bairro”, reata com ela evocando os tempos em que aí viveu uma comunidade judaica.

  • O documento que vai agora ser leiloado é uma das sete listas originais elaboradas por Oskar Schindler e contém o nome de 801 judeus homens.

  • Sueco PewDiePie terá publicado um vídeo com referências anti-semitas e nazis, o que levou ao fim da parceria com a Makers Studio, uma empresa da Disney.