• Relatório do Programa Nacional para as Doenças Oncológicas 2017 mostra que o cancro do pulmão continua a ser a neoplasia com maior mortalidade.

  • Equipa portuguesa e norte-americana conseguiu criar no ratinho um vírus com os genes que dão origem a uma proteína que causa certos cancros nos humanos. Este vírus quimera será usado para encontrar novas formas de inibir essa proteína.

  • Tratamento é destinado a combater a leucemia linfóide aguda e custa 395 mil euros.

  • Não é todos os dias que um fármaco desenvolvido em Portugal chega à fase de ensaios nas pessoas, muito menos na área do cancro. É isso que vai acontecer com um medicamento criado pela empresa Biotecnol, que para tal estabeleceu uma parceria com o Cancer Research do Reino Unido.

  • Equipa explica quais os mecanismos moleculares que podem ligar níveis baixos de vitamina C à formação acelerada de células cancerosas na leucemia.

  • "Mesmo quando bem intencionados, os empregadores tendem a despromover estas pessoas, a retirar-lhes tarefas, eventualmente a despedi-las", diz Milena Rouxinol, investigadora na área do Direito do Trabalho. Para proteger os doentes oncológicos, propõe que o cancro seja considerado uma deficiência.

  • As larvas de peixe-zebra podem vir a ter grande importância na luta contra o cancro. Nelas, cientistas portugueses simularam a resposta à quimioterapia de cinco doentes e dizem que podem ser modelos de previsão dessa resposta.

  • Associação Portuguesa do Cancro Cutâneo diz que o mercado das loções bronzeadoras não está regulamentado, ao contrário do que acontece com os protectores solares. Os valores de protecção solar indicados podem “iludir as pessoas” e ser, de facto, uma “falsa protecção”.