No Ruanda, pequenas aeronaves não tripuladas levam sangue e medicamentos até aldeias isoladas. A Tanzânia é o próximo alvo da Zipline, uma empresa com um olho em África e outro nos EUA.

  • No Ruanda, pequenas aeronaves não tripuladas levam sangue e medicamentos até aldeias isoladas. A Tanzânia é o próximo alvo da Zipline, uma empresa com um olho em África e outro nos EUA.

  • Manuel Andrade idealizou e produziu eventos culturais como Escritaria, Plast & Cine e Concelho de Estado, onde trabalhou com Saramago, Lobo Antunes, Mia Couto, Urbano, Agustina, Mário Soares ou Gorbatchov. Agora vai arrancar com o Success Full, que começa com uma homenagem a Fernando Nobre

  • Felizmente que ninguém se lembrou de que 1 de Outubro é Dia Mundial da Música e há concertos por todo o lado. Haverá certamente tempo para irmos primeiro às urnas. E também gostamos de bola

  • American Horror Story: Cult é a sétima temporada da série criada por Ryan Murphy e que estreia terça-feira na Fox. Tudo começa na noite das eleições que levaram Donald Trump à presidência.

  • Três meses depois de Pedrógão, quando o Outono e o frio já espreitam, vale a pena regressar ao pesadelo que enegreceu uns 3% do território nacional. Há lições que convém não esquecer.

  • Este é um trabalho diário dos pais: estar com os filhos e dar-lhes mais do que a escola dá porque, no futuro, o que lhes vai ser pedido é que sejam criativos

  • Era um sábado de Fevereiro quando a normalidade da escritora Heloísa Seixas se transformou num lugar estranho. A mãe entrava num mundo que ela desconhecia. O livro O Lugar Escuro trata a doença de Alzheimer de frente, desafiando pudores. Segunda-feira, arranca o congresso na Champalimaud.

  • Antonio Caño, director do El País, foi ao "Festival P" pôr-nos a pensar sobre as ameaças ao jornalismo e às democracias liberais. "Hoje temos de tentar fazer-nos ouvir no meio de um intenso ruído".

  • Não se pode afirmar com total garantia que estes fenómenos destruidores tenham que ver com alterações climáticas. Certo é que cada um de nós pode poupar o planeta e o seu aquecimento. Não custa assim tanto. Esta é uma mensagem que é preciso espalhar “aos quatro ventos”

  • Se antes o medo era que os adolescentes acreditassem em tudo o que lêem online, os professores temem agora que os seus alunos cresçam sem acreditarem em nada do que lêem. Pior ainda, a acharem que a diferença entre a verdade e a mentira é uma questão de escolha.