Lucília Gago

O Ministério Público goza agora, supõe, de uma autonomia que ronda bem de perto a arbitrariedade. Não podemos confiar no MP. Tememos o MP.

Ouça este artigo
00:00
02:31

Cunha Rodrigues foi procurador-geral da República tantos anos que lhes perdemos a conta. Porte altivo, seráfico e dominicano, intimidava qualquer um dentro e fora das fileiras do rebanho. Também os jornalistas.

Os leitores são a força e a vida do jornal

O contributo do PÚBLICO para a vida democrática e cívica do país reside na força da relação que estabelece com os seus leitores.Para continuar a ler este artigo assine o PÚBLICO.Ligue - nos através do 808 200 095 ou envie-nos um email para assinaturas.online@publico.pt.