Voltar a perder os professores

Os governos PS têm tido um papel especial no inacreditável grau de hostilidade com que o poder político trata os professores.

O ataque às grandes profissões democráticas do Estado de Bem Estar (isto é, aquelas em que se presta serviço a cidadãos de todos os estratos sociais) já tem décadas. Na educação e na saúde, a massificação dos serviços públicos foi acompanhada da deselitização dos corpos profissionais e a democratização do acesso a estas carreiras. Graças à democratização do acesso ao ensino superior, elas deixaram a partir dos anos 70 de ser reserva dos filhos da burguesia e de dinastias familiares.

Sugerir correcção
Ler 24 comentários