Já ouviram falar na Keyla Brasil? É atriz, mas “chupa pau”

Um final à Pedro Almodóvar, não há dúvida. Mas nada ultrapassa um final feliz. Um que ditasse que Keyla Brasil não precisaria de se prostituir e que André Patrício seria respeitado.

Conto que todos estejam a par, mas, à cautela e porque quero mesmo que estejam, faço um resumo: uma ativista trans invadiu o palco do Teatro de São Luiz quando estava a ser apresentada a peça Tudo sobre a Minha Mãe. Como Agrado fez no filme de Pedro Almodóvar, falou da sua vida. Chama-se Keyla Brasil, é atriz, mas prostitui-se porque não tem oportunidades de trabalho. Nas suas palavras, “chupa pau”.

Sugerir correcção
Ler 136 comentários