Uma portuguesa deixou assim seu Portugal

Fabien Lecoeuvre, agente da cantora, dizia que “nunca nos curamos da nossa infância” e que isso explica o sucesso de Linda de Suza, “banda sonora da vida de milhões de pessoas em França e Portugal”.

Na quarta feira à hora do almoço recebi uma mensagem de um grande amigo belga: “Toutes mes condoléances, querida.” Seguia-se um link YouTube, no qual Linda de Suza cantava a versão francesa da canção Um Português, também conhecida como Mala de Cartão. Foi esta mensagem que me anunciou a morte de Linda de Suza – é que estava distraída, porque quis o destino que as condolências do meu amigo aterrassem no meu telefone exatamente no dia do funeral de uma muito querida tia minha. As condolências eram, assim, triplamente apropriadas – pela morte de uma grande artista portuguesa, pela morte da minha tia (que o meu amigo desconhecia), e pela coincidência extraordinária de ela ter vivido em França entre 1968 e 1983.

Sugerir correcção
Ler 43 comentários