Prisão preventiva para companheiro de ex-apresentadora de TV e mais quatro detidos

Ana Lúcia Matos ficou proibida de viajar para o estrangeiro sem autorização do juiz. Pedro Miguel Vieira justifica medida de coacção mais gravosa com perigo de fuga e de perturbação da investigação

Foto
Juiz de instrução do Porto decretou prisão preventiva para cinco dos 14 detidos na Operação Admiral Nélson Garrido

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) do Porto decretou esta terça-feira prisão preventiva para cinco dos 14 detidos no âmbito da Operação Admiral, entre eles o companheiro da ex-apresentadora de televisão, Ana Lúcia Matos.

Sugerir correcção
Comentar