Internet: o “bar incrível” que Marie Le Conte encontrou nos anos 90 é hoje “claustrofóbico”

A jornalista Marie Le Conte tem apenas 31 anos, mas sente nostalgia da web “livre” do passado. O seu livro Escape é a “crónica da morte lenta” da Internet.

Foto
Marie Le Conte escreveu Escape www.freeimages.co.uk

A Internet dos anos 90 era “lenta e tosca”, descreve Marie Le Conte. Pertencia “aos marginais, aos totós e a todos os que tinham boas razões para quererem escapar às suas vidas reais”. É dessa Internet e da Internet pós-advento das redes sociais — que a nostálgica jornalista de 31 anos distingue muito claramente — que versa o livro que escreveu e publicou recentemente, intitulado Escape – Como uma Geração Moldou, Destruiu e Sobreviveu à Internet. O P3 conversou com a franco-marroquina que escreveu a “crónica da morte lenta” da Internet.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários