Mirandela: conjunto único de pinturas pré-históricas ameaçado por parque eólico

Autarquia acordou instalação de seis aerogeradores na serra de Passos, que acolhe o maior núcleo de arte esquemática do país e os mais antigos vestígios de práticas agrícolas no Noroeste peninsular.

Foto
Pintura de um ídolo oculado, exemplo da arte esquemática da serra de Passos DR

Desde o final dos anos 80, quando a arqueóloga Maria de Jesus Sanches, da Faculdade de Letras do Porto, começou a investigar os abrigos com pinturas rupestres na serra de Passos, que se adivinhava a importância arqueológica desta “montanha sagrada” de Mirandela, como já lhe chamam, habitada desde o Neolítico, há cerca de sete mil anos, pelas primeiras sociedades agro-pastoris do período pós-glacial, que cobriram as escarpas com as suas estranhas pinturas esquemáticas, nomeadamente as de ídolos oculados, datáveis do 4.º e 3.º milénios antes de Cristo.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários