Já há uma associação para defender as aldeias do avanço da pedreira da Cimpor

A população de A-dos-Melros reclama acções urgentes e a câmara de Vila Franca de Xira promete avançar com acção em tribunal, mas o Governo e a Cimpor garantem que legislação está a ser cumprida.

Foto
Aldeia de À-dos-Melros teme avanço da pedreira

Nasceu recentemente a Associação Para Salvarmos as Aldeias da Pedreira (ASAP), que pretende dar mais força ao movimento liderado pelos moradores de A-dos-Melros, localidade da União de Freguesias de Alverca e Sobralinho, que se diz “ameaçada” pelos rebentamentos e pela expansão da actividade da Pedreira do Bom Jesus, que alimenta a fábrica de Alhandra da cimenteira Cimpor. As queixas dos moradores acentuaram-se muito nos últimos seis meses, a Câmara de Vila Franca de Xira reconhece-lhes razão e está a preparar uma acção judicial que vise impedir a maior aproximação da exploração pedreira a A-dos-Melros. Os moradores, por seu turno, criaram a ASAP e, para além de outras iniciativas, lançaram uma petição na Internet, que já recolheu 625 assinaturas.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários