Falhas de segurança com “riscos muito elevados” detectadas no SIRESP

Documento da secretaria-geral do MAI do início do ano passado revela problemas. SIRESP, SA aponta imprecisões ao relatório, mas admite que foram tomadas medidas para “reforçar a segurança da rede”.

Foto
Atraso no concurso para operar e manter SIRESP deve obrigar a novos ajustes directos Daniel Rocha

A secretaria-geral do Ministério da Administração Interna (MAI) reconhece um conjunto de falhas de segurança com “riscos muito elevados” no Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP), o sistema de comunicação do Estado usado pelas forças de segurança e pelas “secretas”, entre muitas outras entidades. E diz mesmo que algumas podem “colocar em risco a segurança de pessoas e bens”.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários