Luís Dias faz nova greve de fome e promete levar protesto “até ao fim”

O “agricultor lesado pelo Estado” está novamente em greve de fome junto à residência oficial de António Costa, até que o gabinete do primeiro-ministro o receba. Em causa está uma indemnização pelo atraso na atribuição de apoios financeiros pelo Estado.

#NMA Nuno Alexandre – 29 de Setembro 2022 – Reportagem do agricultor Luís Dias que está em greve de fome em frente à residência do primeiro ministro António Costa, Lisboa. Público
Fotogaleria
Agricultor Luís Dias que está em greve de fome em frente à residência do primeiro ministro Nuno Alexandre
#NMA Nuno Alexandre – 29 de Setembro 2022 – Reportagem do agricultor Luís Dias que está em greve de fome em frente à residência do primeiro ministro António Costa, Lisboa. Público
Fotogaleria
Agricultor Luís Dias que está em greve de fome em frente à residência do primeiro ministro Nuno Alexandre

São já 24 os dias que Luís Dias soma em greve de fome frente à residência oficial do primeiro-ministro. Subsistindo apenas a água e café, vai protegendo-se da chuva e do calor no carro, mas é numa tenda montada junto ao Palacete de São Bento que está a viver. Dali, só sai para ir à piscina pública onde toma banho todos os dias, o que implica subir e descer as ruas íngremes da Estrela, uma tarefa custosa para alguém que já caminha com vagar e curvado por causa das dores. Na quinta-feira, acabou por ser hospitalizado, mas retomou o protesto este sábado e não faz tenção de largar a disputa que mantém com o Estado há já quase uma década.

Sugerir correcção
Ler 5 comentários