Gulbenkian dá 500 bolsas a alunos carenciados e com boas notas

Estudantes que entraram no ensino superior com média de 17 valores ou mais recebem 2 mil euros por ano e mais 2 mil euros se forem estudar para fora do país ao abrigo do Erasmus. As candidaturas abrem no sábado.

Foto
Andre Rodrigues

A Fundação Calouste Gulbenkian vai atribuir 500 bolsas de estudo a jovens que tenham entrado este ano no ensino superior com uma média elevada e sejam, simultaneamente, provenientes de famílias com menores rendimentos. Este apoio, no valor de 2 mil euros anuais, será reforçado com mais 2 mil euros quando os alunos vão estudar para fora do país ao abrigo do programa Erasmus.

Sugerir correcção
Comentar