Aulas já começaram, mas falta de professores está longe de ser resolvida

Cerca de 13 mil horas de aulas estavam por dar nesta terça-feira. Maior autonomia de contratação para as escolas que o ministro da Educação quer negociar com os sindicatos foi revogada no primeiro Governo de António Costa.

Foto
Muitas das vagas por preencher são na disciplina de Português Rui Gaudencio

Mesmo abrindo a porta a mais candidatos, a falta de professores continua longe de estar resolvida neste início efectivo das aulas na maioria das escolas, o que aconteceu nesta segunda-feira.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários