Uma mãe entrincheirada entre a suspeita de maus tratos e um homicídio macabro

Bebé que esteve internado nos cuidados intensivos do hospital de São João, no Porto, alegadamente por ter sido vítima de maus tratos, foi transferido para o hospital de Chaves, de onde teve alta esta semana. Foi institucionalizado e os pais estão proibidos de o visitar.

Foto
Ilustração José Alves

A violência entranhara-se no dia-a-dia de Joana há muito. O homicídio macabro que lhe haveria de marcar os anos seguintes ainda estava a uns meses de distância, mas a vida desta menina já tinha trechos mais parecidos com filmes de Hollywood. Estávamos em Agosto de 2015. Ela somava apenas 12 anos. E a par da violência, Joana convivia amiúde com duas realidades paralelas.

Sugerir correcção
Ler 13 comentários