Mais de 500 menires, sepulturas várias e três recintos megalíticos descobertos em Espanha num só local

Sítio de grande potencial arqueológico identificado na margem esquerda do Guadiana, na província de Huelva. A construção dos primeiros grandes monumentos de pedra que ali se encontram pode remontar ao sexto milénio. A harmonia entre o homem e a natureza era, então, evidente.

Foto
Um dos menires do sítio de La Torre-La Janera, numa fotografia que consta de um artigo publicado na revista digital Trabajos de Prehistoria DR

Se o sítio arqueológico dos Perdigões, em Reguengos de Monsaraz, não bastava para convencer alguns arqueólogos que estudam a pré-história recente de que na Península Ibérica, há mais de cinco mil anos, já se faziam construções de grande monumentalidade com eventuais propósitos rituais, talvez a descoberta de um vasto recinto megalítico na província de Huelva, noticiada esta quarta-feira pelo diário espanhol El País, seja suficiente para converter pelo menos alguns dos mais cépticos.

Sugerir correcção
Comentar