Eunice Maia: “Sou a minha primeira crítica e sabotadora”

A fundadora da Maria Granel, a primeira loja de desperdício zero portuguesa, diz que uma palavra que usa com frequência é “obrigada”.

Foto
Eunice Maia revela ter um fascínio muito especial pela Blimunda, de Saramago, e pelo que ela simboliza Gustavo Figueiredo

Qual a sua ideia de felicidade perfeita?
O nosso planeta com um futuro de abundância para todas as pessoas.

Sugerir correcção
Comentar