Publicada antologia pioneira de Fernando Pessoa organizada por Casais Monteiro

Um dos primeiros investigadores a ousar “a construção de um percurso reflexivo” sobre a obra pessoana vê agora, a título póstumo, a sua ambiciosa recolha publicada.

Foto
Retrato de Fernando Pessoa de Almada Negreiros na Casa Fernando Pessoa, em Lisboa Rui Gaudencio

Fernando Pessoa nunca teve “o imediato como valor de expressão poética”, afirma o escritor e ensaísta Adolfo Casais Monteiro, na introdução à antologia do autor de Mensagem, uma edição pioneira que organizou e que é publicada na próxima quarta-feira.

Sugerir correcção
Comentar