Esquema piramidal que chega a milhares de jovens é alvo de denúncias em Portugal

Uma empresa norte-americana que vende cursos de formação financeira leccionados por “educadores” não certificados está em digressão pela Europa. Já passou por Portugal, onde a CMVM confirma ter recebido denúncias sobre a sua actividade.

Foto
Protesto contra a IM Mastery Academy em Espanha, onde já foram detidas pessoas por fraude Alberto Ortega/Getty Images

Uma a duas horas de trabalho por dia, um telemóvel, ligação à Internet e força de vontade. Esta fórmula é suficiente para, de um dia para o outro, qualquer pessoa passar a ganhar até 2000 euros por mês. Ou, pelo menos, essa é a promessa da empresa norte-americana que, no último mês, tem corrido hotéis, centros de congressos e salas de espectáculo de cidades europeias, numa missão de recrutamento de novos membros para uma organização que é apelidada de esquema piramidal pelas autoridades reguladoras e criminais de vários países.

Sugerir correcção
Ler 24 comentários