Operadores de mercadorias ainda sem compensações pelo fecho da Beira Alta

Medway, Takargo e IP não se entendem sobre compensações financeiras. Negociações deveriam estar concluídas antes do encerramento da linha, mas já há um segundo encerramento sem que as empresas estejam a ser ressarcidas pelos prejuízos na operação.

Foto
Sara Jesus Palma

Primeiro era para ser só entre Pampilhosa e Guarda, mas depois o encerramento da linha da Beira Alta estendeu-se também ao troço entre esta cidade e Vilar Formoso, ficando assim sem comboios a principal fronteira portuguesa. A Medway e a Takargo, que estavam a operar provisoriamente pela linha da Beira Baixa no seu serviço internacional, tiveram, assim, que recorrer a camiões para transportar as mercadorias que deveriam ir sobre carris.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários