Vírus de Langya infectou 35 pessoas na China, mas transmissão entre humanos não é provável

Entre 2018 e 2021, foram identificados 35 casos de pessoas infectadas com um vírus até agora desconhecido: o vírus de Langya. A descoberta foi publicada agora numa revista científica e um dos autores recusa que seja “caso para pânico”.

saude,ciencia,china,virus,investigacao-cientifica,doencas,
Fotogaleria
Entre os 262 musaranhos testados pelos cientistas, mais de um quarto (71) tinham o vírus Hyun-tae Kim
saude,ciencia,china,virus,investigacao-cientifica,doencas,
Fotogaleria
Todos os 35 pacientes infectados com o vírus de Langya tiveram febre como um dos sintomas Miguel Manso

A primeira detecção surgiu como parte de uma rotineira visita: algumas pessoas tinham tido febres altas depois de terem tido contacto com animais e impunha-se uma investigação. Ainda não havia pandemia. Estávamos no final de 2018 quando foram vistos os primeiros casos, mas só agora foi identificado o principal suspeito: o vírus de Langya, que infectou 35 pessoas na China até 2021.

Sugerir correcção
Ler 2 comentários