Quem são o procurador-geral e o juiz que Trump acusa de perseguição política?

Congressistas do Partido Republicano prometem cortar o financiamento do FBI na sequência das buscas na mansão do ex-Presidente dos EUA, na segunda-feira. No centro das queixas de perseguição política estão o procurador-geral, Merrick Garland, e o juiz que emitiu o mandado, Bruce Reinhart.

Foto
Merrick Garland é o procurador-geral dos EUA, responsável pelo Departamento de Justiça Reuters/EVELYN HOCKSTEIN

As buscas do FBI na mansão de Donald Trump na Florida, na segunda-feira, criaram uma onda de indignação e revolta entre os principais apoiantes do ex-Presidente dos Estados Unidos no Partido Republicano. Uma das congressistas mais populares nos meios extremistas e conspiracionistas, Marjorie Taylor Greene, apelou a um corte no financiamento da polícia federal — depois de dois anos a criticar os apelos, numa ala minoritária no Partido Democrata, ao corte do financiamento das polícias norte-americanas na sequência dos protestos contra a violência policial, no Verão de 2020.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários