Trump invoca Quinta Emenda e não responde a perguntas da procuradora de Nova Iorque

Durante meses, o ex-Presidente dos EUA lutou nos tribunais contra uma intimação para depor num processo por suspeita de fraude bancária e fiscal. Nesta quarta-feira, cumpriu a ordem emitida em Dezembro de 2021, mas manteve-se calado e não respondeu a nenhuma pergunta dos procuradores.

Foto
Donald Trump chegou a Nova Iorque, na noite de terça-feira, para ser ouvido pela procuradora-geral do estado Reuters/DAVID DEE DELGADO

Dois dias depois de ter sido alvo de buscas domiciliárias pelo FBI, na Florida, em cumprimento do primeiro mandado de sempre contra um ex-Presidente dos EUA, Donald Trump esteve em Nova Iorque, nesta quarta-feira, para depor sob juramento num processo em que é suspeito de inflacionar o valor das suas propriedades para obter empréstimos, e de o desvalorizar para efeitos de benefícios fiscais. À saída, Trump disse que invocou a Quinta Emenda da Constituição norte-americana e não respondeu às perguntas, queixando-se de ser perseguido por advogados, procuradores e jornalistas.

Sugerir correcção
Ler 9 comentários