China prolonga exercícios militares para “normalizar” o cerco a Taiwan

Pequim intensifica manobras conjuntas das suas Forças Armadas nas águas e no espaço aéreo em redor da ilha sem revelar data de conclusão. Exército taiwanês também realiza exercícios de artilharia.

taiwan,militares,eua,mundo,china,asia,
Fotogaleria
Comando do Teatro de Operações Oriental do Exército de Libertação do Povo chinês partilhou imagem de um navio de guerra em acção, nos arredores de Taiwan Reuters/EASTERN THEATRE COMMAND
taiwan,militares,eua,mundo,china,asia,
Fotogaleria
Exercícios taiwaneses no condado de Pingtung, no Sul do território Reuters/ANN WANG

A República Popular da China está determinada em mostrar a Taiwan (e ao mundo) que a visita da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos à ilha que reivindica como sua alterou de tal forma o paradigma securitário na região que justifica a perpetuação no tempo de um conjunto de exercícios militares de larga escala em redor do território – que já eram considerados os maiores de sempre, em termos de dimensão da área geográfica, meios envolvidos e diversidade dos seus objectivos.

Sugerir correcção
Ler 1 comentários