China usa manobras militares para dizer a Taiwan que a reunificação é inevitável

Xi Jinping prometeu resolver a “questão de Taiwan” durante a sua liderança e o país está “a acelerar o processo de reunificação”. Exercícios militares envolveram mísseis e duram até domingo.

Foto
O Exército chinês divulgou imagens que alegadamente mostram os mísseis a ser lançados esta quinta-feira EASTERN THEATRE COMMAND/Reuters

Tal como tinha anunciado quando Nancy Pelosi aterrou em Taipé, a China iniciou pontualmente na quinta-feira os exercícios militares de larga escala e com fogo real em seis zonas marítimas e aéreas ao redor de Taiwan. A operação é a maior jamais organizada por Pequim junto da ilha que é governada de forma autónoma e vai decorrer até domingo, envolvendo uma panóplia de manobras militares que são consideradas na própria China como “um ensaio para uma operação de reunificação”.

Sugerir correcção
Ler 43 comentários