Lorenzo De’ Médici: “O meu nome é como um íman”

O descendente de Lourenço, o Magnífico, veste o papel de embaixador de Leonardo da Vinci — Experiência de Arte Imersiva, que se pode visitar no Centro Comercial Colombo, em Lisboa, até 7 de Agosto.

Foto
Lorenzo De’ Médici confidenciou como o apelido já foi motivo de vergonha: “Usei o nome da minha mãe durante dez anos” Nuno Ferreira Santos

Depois de ter inaugurado em Milão, nos 500 anos sobre a morte do génio florentino, efeméride assinalada em 2019, e de ter viajado pelo mundo durante a pandemia (pela China, Coreia do Sul, Alemanha), a Leonardo da Vinci — Experiência de Arte Imersiva chegou a Lisboa num formato inédito: foi montada num centro comercial, na Praça Central do Centro Comercial Colombo (CCC), em Lisboa, e o seu acesso é gratuito. “Estamos muito curiosos para ver como funciona”, confessaram os comissários da exposição, Vincenzo Capalbo e Marinela Bertozzi, ao PÚBLICO, por altura da inauguração. E, um mês depois, mais de 25 mil pessoas já mergulharam no mundo de Leonardo da Vinci, que pode ser visitado até ao próximo domingo.

Sugerir correcção
Comentar