Presidente promulga Estatuto do SNS, mas receia que nova Direcção Executiva fique “entalada” entre o Governo e as estruturas do sector

Tal como havia anunciado, Marcelo deixou avisos quanto ao tempo e ao modo de concretização do diploma. As suas dúvidas atingem a ideia central da reforma, que é a criação da Direcção Executiva do SNS. E receia que não cumpra a “descentralização prometida”.

Foto
Marcelo deixa avisos ao Governo na promulgação do diploma LUSA/TIAGO PETINGA

O Presidente da República anunciou e cumpriu: promulgou esta segunda-feira o Estatuto do Serviço Nacional de Saúde (SNS), com rapidez, mas também com dúvidas, sobretudo em torno da ideia central de todo o diploma, que é a criação de uma Direcção Executiva para todo o SNS. E em particular com a forma como esta nova estrutura vai permitir e agilizar a “descentralização prometida”.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários