Protecção Civil sem plano de fuga ao calor. Rede de refúgios climáticos em estudo

Lisboa pode vir a ter uma rede de refúgios climáticos, locais onde as pessoas se podem abrigar do calor, como Barcelona? O município diz estar a identificar alguns locais, mas que ainda é preciso “dar ao calor a mesma importância que damos ao frio”.

Foto
Arborizar a cidade deverá ser uma das prioridades para atenuar o efeito das ondas de calor Carla Rosado

Na onda de calor de Agosto 2003 morreram mais de seis mil pessoas em Espanha em apenas duas semanas. Foi o ponto de viragem na forma como este fenómeno passou a ser encarado, tendo motivado a criação de planos de prevenção para salvar vidas. Em Lisboa, apesar de o diagnóstico estar feito, de os riscos estarem identificados, assim como algumas medidas de adaptação, um plano de fuga ao calor está a demorar a sair do papel.

Sugerir correcção
Ler 10 comentários