Assistentes de sala: nova desvergonha nos museus nacionais

Trata-se, sejamos claros, de dar o salto em frente na direcção da completa uberização dos museus.

É conhecida a situação de despovoamento progressivo dos museus nacionais em matéria de recursos humanos – um mal que tem décadas. Começou por afectar os perfis operários e técnicos menos visíveis, por se situarem na retaguarda: oficinas, manutenção geral, administrativos, museografia, laboratórios, bibliotecas… enfim todo um mundo de saberes que outrora existia nos museus. Já neste jornal me referi à situação particular do Museu Nacional de Arqueologia, que conheço bem, quando nele se reformou aquela que antecipava vir a ser a sua última desenhadora – e de facto foi, até hoje (PÚBLICO 16/7/2019).

Sugerir correcção
Ler 6 comentários