Portugal suspeito de manipular mel chinês para o vender como sendo espanhol

Apicultores portugueses estão apreensivos com a imagem que possa ser dada para o exterior depois da boa aceitação que está a ter o mel nacional nos mercados europeus.

Foto
Enric vives-rubio

Entre Janeiro e Março de 2022, operadores espanhóis importaram 9198 toneladas de mel e, deste total, “a indústria portuguesa vendeu 2261 toneladas, enquanto a China vendeu 2214 toneladas”. A informação vem publicada no Saldo de Importações de Mel relativo ao primeiro trimestre de 2022 e publicado no dia 1 de Junho pela organização agrícola espanhola Coordenadora das Organizações de Agricultores e Granadeiros (COAG). Mas neste documento é também assinalado que Portugal continua a posicionar-se como um dos principais países exportadores e interveniente no processo de “triangulação massiva” de mel chinês, que depois de misturado com mel espanhol é vendido como um produto com origem em Espanha.

Sugerir correcção
Ler 29 comentários