Abusos na Igreja: seis participações remetidas ao MP referem-se ao mesmo suspeito

Dos dez inquéritos abertos na sequência das 17 denúncias anónimas remetidas pela comissão independente à Procuradoria-Geral da República, um único congrega seis destas situações e outros dois duas denúncias cada um.

Foto
Os casos foram remetidos ao Gabinete da Família, da Criança e do Jovem e dizem respeito a “eventuais abusos sexuais de crianças por parte de membros da Igreja e de outras pessoas a ela ligadas” NELSON GARRIDO

O Ministério Público (MP) abriu dez inquéritos, na sequência das 17 denúncias anónimas que lhe foram remetidas pela Comissão Independente para o Estudo de Abusos Sexuais contra Crianças na Igreja Católica, e sete deles continuam sob investigação. Há denúncias que se referem ao mesmo suspeito, pelo que foram agregadas, causando a discrepância entre os casos denunciados e os inquéritos abertos.

Sugerir correcção
Ler 14 comentários