Tudo e mais alguma coisa

Artista inclassificável, Mattia Denisse apresenta uma grande exposição antológica na Culturgest.

AJS2206-CG2�
Fotogaleria
A obra Bosse de Nage / Eva Fuma / O inverso da cabeça, um desenho de grande qualidade plástica António Jorge Silva
AJS2206-CG2�
Fotogaleria
AJS2206-CG2 António Jorge Silva
AJS2206-CG2�
Fotogaleria
AJS2206-CG2 António Jorge Silva
AJS2206-CG2�
Fotogaleria
AJS2206-CG2 António Jorge Silva
AJS2206-CG2�
Fotogaleria
AJS2206-CG2 António Jorge Silva
AJS2206-CG2�
Fotogaleria
AJS2206-CG2 António Jorge Silva
AJS2206-CG2�
Fotogaleria
AJS2206-CG2 António Jorge Silva

Comecemos pelo título: Hápax significa, segundo o curador, Bruno Marchand, e o artista, aquilo que apenas ocorre uma vez, na escrita ou na vida. Trata-se de uma ocasião única, uma oportunidade que não volta a acontecer, ou até mesmo, da classificação destes trabalhos, que encontramos numa das grandes galerias da Culturgest Lisboa, como uma obra de arte. Esta vontade de classificar será talvez, de resto, uma das poucas coisas que unem todas as obras. Classificar está-nos nos genes, podíamos dizer. É pela classificação que pomos ordem no caos, que damos nomes às coisas e coisas aos nomes, que conhecemos o mundo, que criamos memórias. Mattia Denisse sabe-o bem, e fá-lo sistematicamente.

Sugerir correcção
Comentar