EUA acusam Exército chinês de ter postura “significativamente mais agressiva” no Indo-Pacífico

As palavras do chefe do Estado-Maior das Forças Armadas norte-americanas são o mais recente episódio no confronto latente entre as duas potências. China opõe-se à visita de Pelosi a Taiwan.

Foto
Mark Milley (à esquerda) esteve em Jacarta WILLY KURNIAWAN / Reuters

As forças militares chinesas estão a adoptar comportamentos “mais agressivos” nas suas acções no Indo-Pacífico, afirmou o chefe do Estado-Maior das Forças Armadas (EMFA) dos Estados Unidos, o general Mark Milley, durante uma visita a esta região.

Sugerir correcção
Ler 12 comentários