Cinco meses de guerra, milhares de mortos, uma só certeza: está para durar

Instala-se no Ocidente alguma “fadiga da Ucrânia”, admite Volodimir Dubovik ao PÚBLICO, alertando: “Agora é exactamente o momento em que os parceiros internacionais devem reforçar a sua assistência”.

Foto
Odessa: uma vida relativamente normal apesar das bombas ocasionais, como a deste sábado no porto Miguel Manso/PÚBLICO

Sugerir correcção
Ler 5 comentários