Fotogaleria

Seca em Itália: o leito exposto do rio Pó

O leito exposto do rio Pó ilustra a gravidade da seca que Itália enfrenta e que já levou o Governo a declarar estado de emergência em várias regiões. 

O leito exposto do rio Pó, entre Parma e Reggio Emilia, em Itália EPA/ANDREA FASANI
Fotogaleria
O leito exposto do rio Pó, entre Parma e Reggio Emilia, em Itália EPA/ANDREA FASANI

O rio Pó é um dos maiores de Itália e um símbolo da seca que partes do país atravessam: regista os níveis mais baixos em mais de 70 anos e partes do seu leito estão completamente expostas. Precisamente por causa do baixo caudal do rio, a água do mar entrou até 30 quilómetros no interior da sua foz no Mar Adriático

A seca começou no Inverno e agravou-se na Primavera (com uma redução drástica da precipitação) com a chegada do calor. O Governo já declarou estado de emergência em várias regiões e cidades como Verona e Pisa anunciaram a imposição de restrições ao consumo de água.

 


 

Uma imagem do rio Pó captada com a ajuda de um drone, entre Parma e Reggio Emilia, em Itália
Uma imagem do rio Pó captada com a ajuda de um drone, entre Parma e Reggio Emilia, em Itália EPA/ANDREA FASANI
Restaurantes na margem do rio Pó
Restaurantes na margem do rio Pó Reuters/MASSIMO PINCA
Uma imagem do rio Pó captada com a ajuda de um drone, entre Parma e Reggio Emilia, em Itália
Uma imagem do rio Pó captada com a ajuda de um drone, entre Parma e Reggio Emilia, em Itália EPA/ANDREA FASANI
Uma imagem combinada do rio Serchio, um dos principais na Toscânia, com uma fotografia de Novembro e outra de Julho
Uma imagem combinada do rio Serchio, um dos principais na Toscânia, com uma fotografia de Novembro e outra de Julho EPA/Fabio Muzzi
Rio Pó
Rio Pó Reuters/MASSIMO PINCA
Imagem captada com um drone do rio Pó
Imagem captada com um drone do rio Pó EPA/ANDREA FASANI
Rio Pó
Rio Pó EPA/ANDREA FASANI
<