Uma Lituânia sensata

Ex-primeiro ministro lituano não gostou que tivesse sido divulgada uma conversa telefónica que tivera com um presidente de câmara.

Algirdas Butkevičius, ex-primeiro ministro da Lituânia, queixou-se ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos (TEDH) que o Estado lituano tinha violado o seu direito à reserva da vida privada e ao sigilo das comunicações ao divulgar, junto dos meios de comunicação social, uma conversa telefónica que tivera com um presidente de câmara.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários