Um incêndio nos EUA pode destruir — ou ajudar — algumas das árvores mais velhas do mundo

O Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia, sofre com as chamas do fogo Washburn desde 7 de Julho. A reserva abriga mais de 500 sequóias, entre elas a Grizzly Giant, com quase três mil anos. Mas o fogo até pode ajudar a limpar o terreno.

Sequóias-gigantes do Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia, podem ser destruidas (ou beneficiadas) pelos incêndios florestais. Reuters/TRACY BARBUTES
Fotogaleria
Sequóias-gigantes do Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia, podem ser destruidas (ou beneficiadas) pelos incêndios florestais. Reuters/TRACY BARBUTES

Um incêndio florestal no Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia, nos Estados Unidos, está a ameaçar o maior bosque de sequóias-gigantes da reserva, que contém algumas das maiores e mais antigas árvores do mundo. 

O fogo de baixa intensidade, baptizado de Washburn, começou na tarde de quinta-feira, 7 de Julho, em Mariposa Grove, abrigo de mais de 500 sequóias. Equipas de bombeiros estão a combater o incêndio, que já atingiu 3.221 hectares e foi contido em 22%, segundo o comunicado do parque.

“A combinação contínua de condições climáticas quentes e secas, juntamente com a forte acumulação de grandes combustíveis, está a criar a receita perfeita para o comportamento muito activo do fogo que estamos a observar”, disseram as autoridades numa actualização na noite de terça-feira, segundo o jornal Los Angeles TimesA causa das chamas continua sob investigação. 

Até agora, nenhumas das árvores mais emblemáticas da reserva foram danificadas, incluindo o grupo de sequóias Bachelor Three Graces, além da Grizzly Giant, que tem cerca de três mil anos. 

Apesar disso, o incêndio no Yosemite pode ajudar a multiplicação das sequóias-gigantes, ajudando-as na libertação das sementes, que só conseguem germinar num solo limpo pelas chamas. "Foi definitivamente benéfico", afirmou Stanley Bercovitz, porta-voz do Serviço Florestal dos EUA, sobre Washburn. "Fogo nas quantidades certas é muito saudável".

O fumo causado pelo fogo prejudicou a qualidade do ar no condado de Mariposa, onde está inserido o parque, e quase dois mil visitantes e moradores tiveram que sair da região, de acordo com o jornal Los Angeles Times. Ainda assim, o Parque Nacional de Yosemite continua aberto. 

As autoridades da Califórnia estimam que os incêndios florestais no estado são o motivo da morte de um quinto da população mundial de sequóias. Em Setembro de 2021, o fogo Windy ameaçou a Floresta das Gigantes, no Parque Nacional de Sequóias, onde estão mais de duas mil sequóias-gigantes.

Texto editado por Amanda Ribeiro