Atrasos, cancelamentos ou perda de bagagem: como lidar com o caos nos aeroportos

A lei protege os consumidores em casos de atrasos, cancelamentos, overbooking e perda de bagagem. As indemnizações podem chegar até aos 600 euros, no caso de cancelamentos, ou aos 1400 euros, se as companhias aéreas perderem as bagagens.

Foto
Aeroporto de Lisboa tem registado diariamente várias dezenas de voos cancelados Rui Gaudêncio

O caos nos aeroportos europeus arrasta-se e, no sector, as expectativas são de que as perturbações se prolonguem durante todo o Verão, deixando milhares de passageiros em terra e, em muitos casos, sem saber como podem resolver as situações. A resolução de problemas deverá ser lenta, até porque a falta de trabalhadores é uma situação transversal a todas as funções ligadas ao sector da aviação, mas a legislação existente, concretamente o regulamento europeu 261/2004, assegura os direitos dos consumidores em casos de atrasos, cancelamentos, overbooking ou perda de bagagem.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários