Quando ser contra também é ser a favor

A maturidade e a maternidade trouxeram-me a certeza de que ser contra o aborto significa não o fazer, mas jamais significa impor a outras mulheres que não o façam.

Vivemos tempos estranhos onde todos somos contra ou a favor de alguma coisa. Perante qualquer questão, independentemente do seu grau de complexidade, é esperado que tenhamos uma opinião formada e que saibamos posicionar-nos num dos lados da barricada. E. sim, o termo “barricada” não foi uma mera casualidade linguística porque, se repararem, tudo agora é uma guerra e as trocas de argumentos transformam-se, demasiadas vezes, em trocas de ofensas e ataques ad hominem que subtraem em vez de acrescentar.

Sugerir correcção
Ler 15 comentários