PSD in vino veritas

O “íssimo cansaço” de que falava Fernando Pessoa é o espelho do actual PSD. O festival do vinho da porta ao lado ajudou os congressistas a atingirem o ânimo possível.

PP - 01 JULHO 2022 - PORTO- CONGRESSO PSD�
Fotogaleria
A ideia do “vamos lá a ver como isto corre” parece prevalecer relativamente a qualquer “onda montenegrista” Paulo Pimenta
paulo-pimenta-,luis-montenegro,paulo-rangel,jorge-moreira-silva,politica,psd,
Fotogaleria
Vários congressistas aproveitaram para visitar festival que decorria ao lado do congresso Paulo Pimenta
paulo-pimenta-,luis-montenegro,paulo-rangel,jorge-moreira-silva,politica,psd,
Fotogaleria
Jardins do Palácio de Cristal acolheram festival gastronómico e de vinhos e congresso do PSD Paulo Pimenta

Os partidos (e, vá lá, a vida) são como o vinho. Nunca se sabe se vai ser boa a colheita do ano e se, depois da vinha vindimada, miraculosamente surge um partido “intenso, distinto, encorpado e com muita vida pela frente” como acontece quando o clima e o enólogo são bons. A viticultura social-democrata tem tido anos muito difíceis, sendo impossível detectar qualquer “final de boca complexo” ou “aroma elegante”, descontados os ainda recentes sucessos das vitórias autárquicas de Carlos Moedas em Lisboa e de José Manuel Silva em Coimbra. A maioria absoluta do PS a 30 de Janeiro fez azedar definitivamente as produções dos anos Rui Rio.

Sugerir correcção
Ler 9 comentários