Rafael Grossi: “Esta demonização da energia nuclear é absurda. Não há energia mais controlada”

Director-geral da Agência Internacional de Energia Atómica, é um defensor da energia nuclear civil, que considera fundamental para promover a transição verde. Nesta entrevista diz que não consegue garantir a segurança da central nuclear de Zaporijjia, na Ucrânia, e que não assinará um acordo com o Irão porque os iranianos retiraram as câmaras de vigilância.

Foto
Agência Internacional de Energia Atómica ainda não conseguiu vistoriar a central de Zaporijjia, na Ucrânia, diz Rafael Grossi Nuno Ferreira Santos

Sugerir correcção
Ler 70 comentários