Um arquivo para dar visibilidade a mulheres artistas

Coordenada pela curadora Susana Pomba, É um oceano, não é uma poça de onde se bebe uma vez é uma plataforma online em que se divulga a produção artística de mulheres, pessoas não binárias e intersexo.

Foto
Pllataforma online em que se divulga a produção artística de mulheres dr

Um arquivo online e em construção, uma ferramenta de pesquisa, uma rede de artistas, uma chapada de luva branca a curadores e galeristas que dizem existir poucas mulheres artistas. É um oceano, não é uma poça de onde se bebe uma vez, lançado esta quinta-feira, é o primeiro “arquivo vivo” em Portugal dedicado ao trabalho artístico de mulheres transgénero e cisgénero, pessoas não binárias e intersexo ligadas às artes visuais.

Sugerir correcção
Ler 3 comentários