Líderes da NATO afinam mensagem contra a Rússia, a maior ameaça à paz no mundo

Depois de ouvirem mais um apelo do Presidente Zelensky, os líderes da NATO garantiram que a Ucrânia pode contar com o seu apoio pelo tempo que for preciso. Declaração de Madrid identifica Rússia como “a ameaça mais directa e significativa à segurança dos aliados”.

Foto
Presidente Erdogan, Joe Biden, Jens Stoltenberg e Boris Johnson, esta quarta-feira, em Madrid Reuters

Os 30 chefes de Estado e governo da NATO responderam com a aprovação de um novo pacote “abrangente” de assistência à Ucrânia ao pedido de mais apoio — militar, financeiro e político — deixado pelo Presidente Volodymyr Zelensky, esta quarta-feira, numa nova intervenção por videoconferência em directo de Kiev para a sala do Conselho do Atlântico Norte, em Madrid.

Sugerir correcção
Ler 6 comentários