Os suplementos vitamínicos não trazem benefícios na prevenção de doenças

O alerta surge nas recomendações de um painel de especialistas norte-americanos, depois da revisão de 84 artigos científicos publicados sobre os benefícios destes suplementos. Especialistas recomendam contra uso de antioxidante betacaroteno e vitamina E.

Foto
Recomendações de grupo de especialistas baseiam-se na revisão de 84 artigos científicos sobre os efeitos dos suplementos vitamínicos Miguel Manso

Entre Maio de 2020 e Maio de 2021, 41% dos portugueses tomaram vitaminas e suplementos alimentares. As principais motivações são melhorar o sistema imunitário, ter mais energia e restabelecer os níveis de vitaminas e minerais no organismo. Mas será mesmo assim? Um conjunto de especialistas norte-americanos afirma que não — e não recomenda o seu uso na prevenção de doenças crónicas ou cancro, por exemplo.

Sugerir correcção
Ler 16 comentários