Liberdade para quê?

O cristianismo é, em primeiro lugar, um grito de revolta, o grito dos escravos e dos explorados.

1. Quem vai à Missa nunca vai sozinho, vá ou não acompanhado, e sabendo que vai encontrar muita gente de quem desconhece as motivações mais íntimas, mas na convicção de que é o mesmo Espírito Santo que a todos convoca. Por outro lado, não há um Espírito Santo da Missa e outro do quotidiano.

Sugerir correcção
Ler 9 comentários